JOVEM, quais seus sonhos e metas para o Ano Novo?

Piscamos e parece que o ano terminou, e de fato já é dezembro!

Tem gente que cons­truiu muita coisa, mas tem outras que pa­rece que foram “atropeladas” pelos dias, o fim do ano chegou e nada do que planejaram acon­teceu. O ano novo está às portas e queremos dar a você, caro leitor, instruções muito práti­cas de como planejar melhor o próximo ano.

1º passo: Oração para purificar os sonhos

Tudo começa e termina com a oração. Tudo vem de Deus e para Ele volta. Ele é o Alfa e o Ômega. Um bom planejamento começa com oração sincera, pedindo a Deus que es­vazie o coração. Lembre-se: não está plane­jando qualquer coisa, é a sua vida! Deixe que o senhor purifique os seus sonhos. Muitas vezes o Senhor não nos atende porque nos­sos sonhos são maus, só irão nos atrasar! Permita-se ser modelado, deixe Deus mudar seus sonhos. Queira querer o que Deus quer!

2º passo: Transforme seus sonhos em metas

Um sonho lindo e santo brota antes do coração de Deus e vem ao nosso coração, mas enquanto não damos passos concretos, o sonho viverá nas emoções, e você já sabe disso, emoções mudam! É preciso transformar seus sonhos em metas.

Na teoria é bem simples: uma meta é um so­nho que você deu prazo e quantidade. Para esclarecer melhor, quero dar um exemplo bem simples: emagrecer. A pessoa tem o sonho de emagrecer. Mas enquanto ela apenas quer, nada acontece. Esta história de “querer é poder”, eu não acredito muito. Depois de querer é preciso organizar, planejar, mover! É preciso dizer: que­ro emagrecer 2kg em um mês. Agora sim temos uma meta. Enquanto não digo quanto, o quê, até quando, meus sonhos não saem do lugar.

Na vida espiritual isto também funciona mui­to bem. Por exemplo, uma pessoa que tenha como sonho melhorar sua vida espiritual para 2020. Se ela não especificar, dar prazo, isto não acontece. Se seu sonho é adorar mais, precisa dizer: quantos minutos e quantos dias por semana? Seu sonho é ler mais? Quan­tos livros por mês você vai ler? E por aí vai. Repito: transforme seus sonhos em metas!

3º passo: Seja realista

É comum ouvir falar: não adianta plane­jar. Nada que planejo dá certo. Infelizmen­te a resposta para esta afirmação é: se nãodá certo é porque está planejando mal. Pela minha experiência, vejo dois moti­vos centrais: falta de realismo e fidelidade.

Nossas metas precisam ser realistas. Vou exa­gerar: se você tem uma bicicleta, não dá para transportar uma safra inteira de grãos nela de uma vez. Conheça aquilo que você tem! Se deseja ir à missa todo dia, mas 3 dias da semana trabalha no mesmo horário da mis­sa, então só poderá ir quatro dias. Não é uma questão de força de vontade, é realismo. Seja realista com suas metas. Se você chega em casa tarde e seu horário de oração é as 22h, não comece colocando como meta rezar o ro­sário. Reze o terço. Já é um grande progresso!

Ser realista com as metas é fundamen­tal. O sentimento que mais cansa é de missão não cumprida. Não coloque far­dos sobre você que não possa carregar!

4º passo: Seja fiel

Aqui chegamos na maior dificuldade dos pla­nejamentos. Muitas vezes vejo planos muito bem elaborados, mas fracassam por falta de fidelidade. Traçou um plano? Siga o plano! É simples! Se você definiu como meta 8 livros para ler em 2020, já definiu quais são os 8, não invente um nono livr o. O nono só pode che­gar depois do oitavo. Muitos projetos fracassam porque inventamos moda, inserimos pendu­ricalhos e esquecemos do essencial. Cumpra a meta. Depois, se for possível, aí sim acres­cente novos elementos. Mas cumpra a meta!

Na vida espiritual é bem objetivo isto: de nada adianta você querer sair fazen­do todos os encontros que aparece, cursos e leituras espirituais se você não vai a mis­sa dominical. Fugiu do plano? Terá fracasso!

5º passo: Acompanhamento

Em se tratando de vida, seja acompanhado! Seu pároco, seu diretor espiritual, seu supe­rior, seus pais, quem tem autoridade sobre você. Acima de tudo, submeta-se a Deus. Não caminhe sozinho! É preciso revisar constante­mente se você está seguindo o planejado. Em todos estes passos, oração. Tudo que fizer, sub­meta a Deus, apresente a Jesus, ofereça a Ele.

A medida do sucesso em um planeja­mento é a medida da fidelidade. Mas o rumo certo só Deus pode dar. Pense nisso!

 

Paulo Franco Machado

Fiel Oblato da comunidade Coração Fiel

MBA em Gestão de Projetos

74%

PROJETO JUNTO AO CORAÇÃO

74%

PROJETO JUNTO AO CORAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *